Universidade Sénior do Seixal

Livros para serem lidos em voz alta

DSC_0249Quartas-feiras culturais - Livros para serem lidos. - Cópia            DSC_0257

Dia 24 de Fevereiro realizou-se uma quarta-feira cultural, tendo como palestrante  a Dr.ª Madalena Mendes, cuja apresentação formal foi feita, em nome da Unisseixal, pela professora Amélia Costa.

A Dra Madalena Mendes dentro desta palestra que denominou "  Livros para Serem Lidos em Voz Alta"  apresentou-nos o livro  que iria servir de base à sua leitura:

"Levantado do Chão de José Saramago"

Começou por falar dos seus caminhos pelos livros de José Saramago, de um escritor que nos faz mergulhar na inquietação e interrogações.

Pela opção, o livro "Levantado do Chão", como homenagem ao povo alentejano e até neste tempo que o "Cante Alentejano" foi considerado pela UNESCO  como Património Imaterial da Humanidade.

Foram lidos  extractos de alguns resumos de vários escritores sobre este livro.

De volta ao livro se falou da paisagem, paisagem intelectual, que nele é reflectida a luta de classes, a opressão e a relação entre o latifúndio e quem nele trabalha.

Ressaltam vidas de trabalhadores, a opressão, a dureza do trabalho rural e retratos das várias actividades agrícolas.

Também o latifundiário, a ironia na religião e os representantes da autoridades em seus nomes de escárnio são imagens presentes no livro.

Na contracapa se pode ler: "Levantam-se os homens e as suas esperanças também do chão".

Por lá passa a história da revolução, luta organizada e grevistas em hora de mudança.

Por ultimo realce para o estilo único de José Saramago e "Levantado do Chão"  um livro DSC_0252revolucionário.

Em conversa final, alguns dos presentes deram testemunho de suas experiências, de como começaram a ler "Saramago" e se tornaram assíduos leitores de seus livros.

Resta-nos agradecer à Dra Madalena Mendes pela sua  brilhante apresentação, na certeza que mais leitores ficaram rendidos a  estas leituras.

José Capelo

Fotos de Alberto Maia

Sem comentários ainda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.