Universidade Sénior do Seixal

Lembrando o prof. Alfredo Tinoco

PB180093

In memoriam  Lembrando o prof. Alfredo Tinoco

A Unisseixal tinha uma (pesada) dívida e decidiu pagá-la. Fê-lo de um modo simbólico e simples, mas fê-lo. Tratava-se da dívida para com o falecido prof. Alfredo Tinoco, que nela lecionou durante três anos consecutivos: primeiro, História de Portugal e, depois, História Regional e Local. E com que mestria o fez! – pelo menos assim o afirmaram publicamente os seus alunos.

A homenagem, em forma de quarta-feiraPB180099 cultural, teve lugar no dia 18 de novembro, no auditório da Junta de Freguesia de Amora. Começou às 17 e terminou às18,30. A mesa que presidiu à sessão era constituída pelo reitor (que abriu e cerrou a sessão), o presidente da Casa do Educador, a prof. Preciosa Neves (ex-companheira do falecido), o dr. Carlos Filipe (seu aluno no ISCTE e, de seguida, um dos seus colaboradores nos trabalhos de investigação) e a vice-reitora. Na primeira fila da assistência, que atingiu a bonita soma de setenta participantes, estiveram presentes o filho e a filha do homenageado. Dele foram mencionadas várias facetas, a saber: lutador antifascista, de uma invulgar cultura geral, professor amigo, competente e dedicado, investigador incansável, homem de muitos interesses e de palavras poucas mas acertadas; para mal das suas deslocações, nunca tirou a carta de condução.

Uma vez aberta a sessão, fizeram ouvir o seu testemunho vários dos presentes: dois alunos seus da Unisseixal (Ondina Monteiro e Manuel Ramalhete), dois colegas seus da Escola Básica 2+3 António Augusto Louro (Tomás de Aquino Bento e Joaquim Saial da Silva) e, por fim, o arq. Bruno Tinoco, seu filho. A prof. Preciosa deu a conhecer um pouco do seu extenso currículo. Para terminar, o dr. Carlos Filipe apresentou em breves palavras o livro de que ambos foram coautores A Rota do Mármore do Anticlinal de Estremoz, que, depois de terminada a sessão, foi distribuído aos presentes.

Entre os diversos tipos de intervenções, fizeram ouvir a sua melodiosa voz poética, recitando poemas de Armindo Reis, João de Deus e Mário Dionísio, as professoras Dores Veiga, Amélia Costa e Luz Figueiredo.

Tanto quanto se podia ler nos semblantes, os presentes apreciaram o que viram e ouviram. Alguns fizeram até questão de o afirmar de viva voz aos organizadores.

Paz aos mortos! Saúde aos vivos!

 Luís Alpico

ver aqui mais fotos  

Numa quarta-feira cultural  que a Direção da Unisseixal considerou como muito especial,publicamos os testemunhos de alunos que diretamente se relacionaram com o Prof.Alfredo Tinoco =>>  ver aqui o seu currículo  

(nb: clicar nos respetivos nomes)

Prof. Ondina Monteiro                                         e                  Manuel Ramalhete

Sem comentários ainda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *