Abertura Solene da Unisseixal

Foi no dia 25 de novembro que se celebrou a Abertura Solene do ano letivo da Unisseixal, que começou em outubro. Desta vez, foi o salão da Sociedade Filarmónica Operária Amorense, em Amora, que acolheu quantos quiseram participar e muitos estiveram presentes.

Primeira parte:

Os primeiros minutos foram preenchidos pela Banda da S.F.O.A., com apontamentos musicais muito sugestivos e a apelar à participação de todos. Uma banda onde predomina a juventude, a começar pelo seu maestro. Como disse o prof. Jaime Ribeiro, é nestas coletividades que se formam os futuros músicos. Aplaudimos de pé esta atuação numa ovação bem merecida. Já valeu a pena ter ido…

Segunda parte:

Seguiu-se o uso da palavra. Na mesa da presidência, sentaram-se a vereadora da Cultura, Dr.ª Liliana Cunha, o presidente da Junta de freguesia de Amora, Sr. Nelson Ramos, o presidente da Casa do Educador do Seixal, prof. Jaime Ribeiro e a reitora da Unisseixal, prof.ª Mariana Mareco. Ao lado, a orientar toda a sessão, esteve a prof.ª Amélia Costa, com o à vontade e bonomia habituais.

Entretanto, durante a sessão, chega também o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Dr. Paulo Silva, e a presidente da Junta de freguesia de Seixal, Arrentela e Paio Pires, que quiseram dizer, com a sua presença, quanto a Unisseixal é válida, no concelho do Seixal, como instrumento de apoio ao envelhecimento ativo e saudável dos seniores.

As palavras que ouvimos de todos os oradores insistiram no reconhecimento da importância desta universidade, que cada ano que passa atinge mais população. Este ano, inscreveram-se já 1.062 alunos, ultrapassando pela primeira vez a barreira do milhar. Ouvimos elogios, prometeram-se apoios e, na alegria dos presentes, sentimos o reconhecimento do muito que os voluntários (e são bastantes!) vêm fazendo para manter de pé esta valência da Casa do Educador.

Terceira parte:

A Oração de Sapiência, a cargo do prof. Jaime Ribeiro, que tirou o casaco para não ser confundido com o presidente da Casa do Educador, numa alternância de dois em um (!!!), foi uma aula parecida com aquelas que orienta na Unisseixal. Desta vez, o tema escolhido foram os Painéis de Almada Negreiros nas Gares Marítimas de Alcântara e da Rocha Conde de Óbidos.

Utilizando a história e a arte, recordou que foram estes os primeiros locais de acostagem de navios, pois antes eles ficavam ao largo e lanchas pequenas chegavam lá para carregar e descarregar pessoas e mercadorias. Os painéis serviam para emprestar mais dignidade a este local de receção dos visitantes. E Almada Negreiros, por ser o pintor mais afamado da época, foi escolhido um pouco a contragosto pelas autoridades do tempo, nomeadamente o ministro Duarte Pacheco. Valeu a força de António Ferro, da propaganda do Estado Novo, para a obra chegar ao fim.

De 1941 a 45, Almada trabalhou no cais de Alcântara e de 1946 a 49 dedicou-se aos painéis da Gare da Rocha do Conde de Óbidos. Em Alcântara, o pintor modernista ainda usou temas nacionalistas nas suas pinturas, ilustrando a história da Nau Catrineta e da vida da Lisboa ribeirinha (“Quem não viu Lisboa não viu coisa boa”). As personagens já apresentam vestuário e feições modernas, com varinas e marinheiros de pés e mão desproporcionadas e os próprios mastros destacam as cenas. Como técnica, o pintor usa o fresco e ainda, depois de seco, sobrepõs novas tintas.

Na Gare da Rocha do Conde de Óbidos, Almada Negreiros mostra mais a sua feição modernista, com influência pesada de Picasso, com desconstrução das personagens, que agora são figuras populares envolvidas pelas escadas e mastros de barco que entra para dentro do cais. As pessoas são tristes, olhando para longe e assistindo curiosamente à partida (não à chegada!) dos viandantes. Figuras anónimas, mais realistas, que desagradaram aos políticos. Felizmente, ainda lá estão com suas cores vivas para nossa visita.

Obrigado, prof. Jaime Ribeiro.

A.H.

Banda da S.F.O.A.

Palavras Proferidas pela Reitora da Unisseixal

SESSÃO SOLENE DE ABERTURA DO ANO ACADÉMICO 2023/24

BOA TARDE!

Quero, antes de mais, dar as boas-vindas a todos aqueles que se dignaram estar presentes nesta sessão de Abertura Solene do Ano Académico 2023/24 da Universidade Sénior do Seixal. Saúdo

-  A Srª Vereadora do Pelouro da Cultura da CM Seixal Drª Liliana Cunha

- Os senhores presidentes da Junta de Freguesia de Amora, e da União de Freguesias do Seixal, Arrentela e Paio Pires

- Na pessoa do sr. presidente Jaime Ribeiro, saúdo os  restantes membros dos órgãos diretivos da Casa do Educador, Cesviver e os meus companheiros de Direção UNISSEIXAL,

- Os senhores membros do Senado

- Os senhores professores e professoras

- Os senhores representantes das instituições amigas

- As alunas e os alunos da Unisseixal.

Sejam todas e todos bem-vindos!

Estamos aqui para a Sessão Solene de Abertura do ano académico 2023/24.

Uma sessão solene de abertura do ano letivo é um evento formal que marca o início do ano académico numa instituição de ensino. Geralmente, é realizada nos primeiros dias de aulas e é uma oportunidade para quem dirige, neste caso eu, como reitora, para dar as boas vindas e saudar toda a comunidade académica, aproveitando ao mesmo tempo este grande espaço de encontro para partilhar com todos algumas linhas programáticas para a gestão do ano 2023/24 .

A UNISSEIXAL é uma valência da Casa do Educador do Concelho do Seixal. Esta Associação tem como sócios os profissionais da educação: Professores, educadores, funcionários das várias escolas… que trabalhem ou residam no concelho do Seixal. Em 2007, numa época em que os professores se aposentavam mais cedo do que agora, alguns desses professores pensaram pôr à disposição dos seus concidadãos o seu saber e práticas e partilhar voluntariosamente muito do seu tempo e habilidade, contribuindo assim para a criação duma universidade sénior. E daí nascia a UNISSEIXAL.

Primeiramente funcionando no espaço exíguo da Cantina onde se sedeava a Casa do Educador na Amora e depois em salas disponíveis cedidas por algumas escolas (Paulo da Gama, Pedro Eanes Lobato, Secundárias da Amora, de Corroios, entre outras…). – De escola em escola, funcionando em vários polos, assentámos mais tarde no Seixal, frente à baía e aí fomos ficando, com algumas aulas a serem dadas no Centro Cultural e Desportivo das Paivas. Vindo sempre a crescer, em número de alunos, de professores, e de oferta formativa, buscando novos parceiros e conquistando apoios, tem vindo a afirmar-se como um polo de desenvolvimento no panorama cultural do concelho do Seixal.

Pelo trabalho meritório que tem sido feito, pela necessidade de dar resposta a quem na idade maior procura o saber e o lazer, a CM Seixal reconheceu a justeza das nossas aspirações, adquiriu o edifício do antigo Grémio da Lavoura no Fogueteiro e custeou na íntegra as obras de adaptação que deram origem às excelentes instalações que temos hoje o privilégio de utilizar. Pode afirmar-se que é a melhor Universidade do país, construída de raiz para ser universidade sénior - o que nos deverá encher de orgulho!

Eis, em breves palavras o percurso da Unisseixal. Neste momento tem já 1062 alunos, 108 professores, 112 disciplinas e 155 turmas. É obra!

 Todavia, tudo isto só tem sido possível graças ao empenho, dedicação e confluência de muitas sinergias que têm contribuído para este fim. Nomeadamente:

- A generosidade dos professores, (quase todos voluntários) a quem agradeço a forma abnegada como se dão. Com eles, com a sua competência e generosidade, têm fornecido à organização o espírito e o dinamismo que a sustenta.

- As sucessivas Direções da Unisseixal e da Casa do Educador, pela colaboração institucional e franca, para a prossecução dos objetivos comuns também têm contribuído.

- Os alunos, que em nós têm confiado para, em conjunto, alcançarem a concretização dos seus objetivos e a partilha dos afetos nos anos dourados das suas vidas.

- As parcerias estabelecidas com várias entidades: autarquias, associações, e outros… dão valor e enriquecem o bem estar no dia a dia.

Só com a força de todos se consegue levar a bom porto um projeto de voluntariado desta envergadura!

A oferta formativa, as atividades lúdicas, de convívio, de socialização, de participação na comunidade levaram a que em 2016 fosse considerada como Universidade de Excelência pela RUTIS - Rede de Universidades da Terceira Idade.

Em 2024, no âmbito da programação das atividades da Rutis, iremos receber no Seixal o Festival de Grupos Musicais (data a definir). Além de irmos participar no Concurso de Cultura Geral ”O SABER NÃO TEM IDADE” (para o qual fica já aqui o convite para quem quiser ser concorrente).

No passado mês de outubro a Unisseixal recebeu o Diploma de Escola Resiliente, juntamente com mais 15 escolas do concelho atribuído pela CMS, no âmbito da Estratégia Municipal para sensibilização da população escolar para o risco e o treino das medidas de autoproteção.

Para este ano é intenção do Conselho Diretivo continuar a promover a cordialidade e amizade, fomentar laços de convívio e rede de afetos entre os vários elementos da Unisseixal, combater o isolamento e a solidão, contribuir para uma melhor qualidade de vida. Para isso,

A UNISSEIXAL oferece novas ideias, interajuda, eleva a autoestima, estimula o espírito crítico proporcionado através das várias disciplinas: da Literatura às Línguas, às Ciências Sociais e Humanas.  A Unisseixal tem vindo a manter vivo o desafio nas capacidades de discernimento, de linguagem, de memória, obrigando a procurar nos confins do tempo, o que julgávamos esquecido. Com as aulas de informática, a utilização das novas tecnologias permite uma aproximação com o outro. Outras ofertas a Unisseixal tem proporcionado: o canto, as músicas, as danças trazem alegria de viver, risos e harmonia, entusiasmam, dão satisfação, não só a quem pratica … mas também a quem vê e ouve… e são muitas as atuações que, quer no nosso Concelho, quer fora dele, partilham a alegria dos nossos grupos. Várias instituições já este ano letivo o têm referenciado como uma mais-valia para os seus utentes e um fator de dinamismo; com as nossas atuações, também iremos estar presentes na Aldeia Natal do Seixal (3 e 8 dezembro).

Ainda na oferta formativa, não se descurou a parte física e sensorial nas turmas de Ginástica, Danças, Ioga, Tai-Chi, Chiterapia, Pilates – que são de procura constante.

Ao longo do ano irão decorrer no espaço privilegiado do lagar, exposições das turmas de artes que apresentam o trabalho realizado, mostrando que, quando estimulados pelos Professores de várias áreas, vêm ao de cima e descobrem-se os dotes artísticos de quem nem os sonhava ter.

 Neste ano, em que se iniciam as comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, no nosso concelho elas irão prolongar-se por 3 anos,  marcando 2024 – a liberdade, 2025 – a 1ª Constituição e 2026 - as primeiras eleições livres. Iremos dar o nosso contributo para o projeto municipal através de participações várias.

Espaços de Convívio e de partilha terão lugar ao longo do ano: já no próximo dia 15 de dezembro iremos fazer a Festa de Natal, no salão da Igreja Scalabrini, com almoço partilhado e momentos de animação e em janeiro próximo, no dia 18, cantaremos com toda a alegria os Parabéns pelos 17 anos de vida da Unisseixal, no Fórum Municipal.

Visitas de estudo e passeios de convívio, Quartas-Feiras Culturais (sessões de palestras ou workshops) e aulas abertas também terão lugar, programados pelos professores de cada turma ou pela Direção, sendo feita a divulgação no espaço próprio na Unisseixal (no placard de informações no hall de entrada e no site) e através do plano de atividades de cada mês.  Todas estas atividades ajudam a preencher as nossas vidas, promovem o convívio, derrubam barreiras e deixam a porta aberta para criar novos amigos, laços de companheirismo, partilha de sentimentos e abertura de horizontes.

Sintam-se todos convidados e participem na vida da UNISSEIXAL!

Antes de terminar este, que eu queria breve apontamento, quero dirigir umas palavras de agradecimento. Agradecer aos nossos parceiros: em primeiro lugar, as autarquias, entre as quais destaco a Câmara Municipal e as Juntas de Freguesia; as coletividades (S.F.O.A., a paróquia da Amora). Aos nossos professores, e aos nossos colaboradores (quer no apoio de secretaria quer nos outros serviços) aos elementos do Senado, aos delegados.

Uma palavra muito especial aos alunos: Contamos igualmente com todos os 1062 alunos. É com eles e para eles que queremos fazer a nossa caminhada em direção a uma vida mais humana, mais fraterna, mais solidária e cheia.

E finalmente, permitam-me que agradeça a todos os meus companheiros de Direção a sua postura e amizade (Prof. Carlos Jesus, Profª Amélia, Profª Fátima, Profª Filomena) e lhes diga que conto com eles para levarmos a bom porto o nosso propósito, que é essencialmente a promoção do envelhecimento ativo, num papel educativo, sem nunca descurar a questão do lazer e das pessoas estarem bem com os outros, mas essencialmente com elas próprias.

Continuamos a pugnar para que a Unisseixal possa contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos nossos alunos e o prestígio e consideração pela Idade MAIOR.

       S F O A, 25 nov. 2023                 Mariana Mareco