Universidade Sénior do Seixal

PASSEIO À “ SERRA DA ESTRELA” E “ROTA DO JUDAICO” 2015-04-24

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Por mais uma feliz iniciativa da nossa UNISSEIXAL, meia centena de alunos viveram com inicio a 24 de Abril uma aventura de dois dias, que nos levaram pela beleza da Serra da Estrela e uma breve passagem por locais que tiveram forte influência dos judeus que em tempo por aqui viveram.

Para maior conhecimento das nossas raízes nada melhor que mergulharmos numa “ Noite Medieval”, na qual brincando em boa camaradagem fomos da nobreza, do clero e do povo e na mesma noite demos vivas à Republica e porque já era dia celebrámos em uníssono, com “Grândola Vila Morena”, o 25 de Abril.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Voltemos então ao início da nossa visita pela chegada à cidade de Seia e uma visita cultural pelo CISE-Centro de Interpretação da Serra da Estrela, orientado para o desenvolvimento de atividades de educação ambiental e de valorização do património ambiental da serra da Estrela.

Iniciámos com uma exposição guiada à Sala do Espaço e Território e relembrámos conhecimentos da origem da Terra, sua localização no espaço celeste e uma mais pormenorizada sobre a zona da Serra da Estrela nos diversos aspetos da geologia, clima e biodiversidade.

Satisfeita que estava a sede de cultura fomos confortar outras necessidades num agradável almoço na nossa base de apoio para estes dias, a “Quinta do Crestelo em Seia”.

Com ótima orientação do Sr.Dr.Alberto Martinho bem conhecedor destas terras e suas vivências fomos, na Rota do Judaico, até à Aldeia da Santa Marinha na qual demos conta de alguns vestígios  e nos foi dito que só neste local foram identificados 47 cruciformes, um numero bem superior aos localizados no circuito normal do judaísmo.

Regressados à Quinta do Crestelo foi tempo de prepararmos o regresso ao passado e qual viagem no tempo encarnar a gosto de cada um o papel de Reis,Principes,Bispo,Bobo,Cavaleiros,outros mais e também o povo,que a todos obedecia e nada decidia.

DSC_0295Acompanhámos pratos cozinhados à época, com alguma música e poesia, encenámos peça teatral criada pelos cenógrafos de serviço e assim se apadrinharam cavaleiros, se nomearam grandes navegadores, mulheres em penitência com sua ausência,tudo por ordem de sua alteza “ O Rei”,que apesar de muito intenso,o seu reinado foi curto e era tempo de dar “Vivas à República” e porque o dia chegava, era hora e  agora de forma  mais séria, celebrar o “25 de Abril” cantando em uníssono “Grândola Vila Morena”.

E em liberdade e boa camaradagem foi baile até às tantas.

Pois já estamos no 2º dia e vamos lá até à Torre no alto da Serra da Estrela.

Pelo caminho o nosso atencioso anfitrião Dr. Martinho relembrou o que de melhor e mais tradicional podemos apreciar com especial relevo para o ex-libris da serra o “Queijo Serra da Estrela”, queijo de ovelha curado com  características únicas, quer devido à matéria prima utilizada, leite de ovelha raça Bordaleira, alimentada nestas pastagens elas também únicas, mas também pelo coalhado ao natural com flor do cardo.

DSC_0602Também se falou dos grandes recursos hídricos das barragens e dos seus três rios Mondego, Zêzere e Alva, com aproveitamento para fornecimento de água e produção de energia electrica,complementado com uma pormenorizada visita ao Museu Natural da Eletricidade que nasceu a partir da Central Senhora do Desterro onde foi possível apreciar toda a maquinaria agora  parcialmente desativada.

DSC_0593Pela estrada de ligação da Torre também apreciámos toda a beleza envolvente com os brancos e amarelos das giestas em plena floração, nesta habitual época das “Maias” e para aqueles que a beleza não apagava algum receio da ingreme estrada logo apareceram as cantigas para descontrair.

Porque o tempo decorria há que voltar a casa e de forma a manter a lembrança, nada melhor que, apesar de   “ levar muito no papo é  bom  levar também algum no saco” e adquirir os melhores  e mais saborosos produtos de serra.

Muito mais haveria para contar mas a amizade, boa disposição, grande disponibilidade e simpatia de quem organiza são por demais conhecidos e dispensa mais palavras que ficamos pelo nosso muito obrigado.

 JOSÉ CAPELO  

  Para ver uma pormenorizada e bonita reportagem, graças à preciosa   colaboração dos amigos Alberto e Barbara Maia,clicar aqui!

Sem comentários ainda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com