Universidade Sénior do Seixal

Quem somos nós

entrada_unis

A Universidade Sénior do Seixal – Unisseixal, por abreviatura – abriu as suas portas no dia 15 de janeiro de 2007. Esperou-a uma adesão que ultrapassou de longe as expetativas mais otimistas. Com efeito, logo no seu primeiro ano de vida, nela se matricularam 239 alunos. Mas a surpresa não ficou por aí: no segundo, esse número subiu para 386, no terceiro para 413, no quarto para 484, no sexto para 536, no sétimo para  594, no oitavo para 602, no nono para 622 e no décimo (no dia da abertura solene) para 702. Só no quinto ano de funcionamento, ou seja, em  2010/2011, se deu uma (pequenina) descida de 484 para 476.

Os 709 alunos que frequentam a Unisseixal em 2015/2016 estão agrupados em 115 turmas unidisciplinares, em que são lecionadas 92 disciplinas diferentes, ministradas por 82 professores. Destes, uns estão ainda na vida ativa, outros (a grande maioria) já entraram na reforma; todos, porém, são voluntários.

A Unisseixal está aberta a maiores de dezoito anos, mas, vista a sua natureza, dá a prioridade aos que tenham mais de cinquenta.

As aulas da Universidade são ministradas em dois polos principais: o polo do Seixal (aulas teóricas) e o Centro Cultural e Desportivo das Paivas (aulas de movimento e de som). Algumas, todavia, têm lugar num dos três polos secundários: o auditório da Junta de Freguesia de Amora, em Amora, o auditório da Junta de Freguesia de Corroios, em Corroios, e a Escola Básica 2+3 de Vale de Milhaços, também em Corroios.

A Unisseixal é um departamento da Casa do Educador do Concelho do Seixal, uma instituição de solidariedade social constituída por pessoas ligadas à educação, que, deste e de outros modos, tem dado provas de preocupação com o bem-estar não só dos seus associados, mas também da população do município em geral.

Preside aos destinos desta Universidade Sénior um Conselho Diretivo, composto por sete elementos: reitor, vice-reitora, secretária e quatro vogais. Este órgão reúne mensalmente, com a presença do presidente da Casa do Educador e bem assim de dois representantes dos alunos, eleitos no início do ano pelos seus colegas delegados de turma.

Para efeito de aconselhamento, a Unisseixal dispõe, nos aspetos pedotécnicos, de um Conselho Pedagógico, onde estão representadas as diferentes áreas disciplinares lecionadas, e, nos aspectos socioculturais e gerais, de um Senado. Este último é formado pelo presidente da Casa do Educador, reitor, vice-reitora,  secretária, um representante da Câmara Municipal, cinco pessoas de renome no mundo da cultura, um representante das coletividades de cultura e recreio e um representante das associações de seniores.

Para além das aulas, a Unisseixal promove ainda outras atividades, de cunho recreativo e cultural, nomeadamente festas, convívios, passeios, visitas de estudo, palestras, colóquios, exposições, lançamento de livros, oficinas de trabalho, récitas, atuações dos vários grupos de música, representações teatrais. A Unisseixal também publica a revista Tarde Cheia, que já vai no seu décimo número.

Para que o nome da Unisseixal ecoe não só no concelho do Seixal, mas também na região envolvente, muito têm contribuído os seus grupos artísticos, nomeadamente as Artes do Barulho, os Cavaquinhos, o Coro Polifónico, as Danças Latinas, as Danças Populares, o Grupo de Poesia e de Recitação Poética, o Grupo de Teatro e a Tuna.

A Universidade Sénior do Seixal, que é o sócio número setenta e dois da RUTIS, está oficialmente instalada na Amora, na sede da Casa do Educador, ou seja, na rua do Conselheiro Custódio Borja, nº1, 2845-445 AMORA, mas o seu polo principal, aquele onde é ministrada a maioria das aulas e onde reúne e trabalha o Conselho Diretivo, situa-se, desde 6 de novembro de 2010, no Largo dos Restauradores, nº21, 2840-482 SEIXAL. Ambos os edifícios pertencem à Câmara Municipal do Seixal, que compreensiva e generosamente os pôs à disposição da Casa do Educador.

A Universidade Sénior do Seixal continua a trabalhar esforçadamente para que o seu fim estatutário seja atingido da melhor maneira possível: contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos seus frequentadores. Oxalá ela o consiga de um modo satisfatório, para contento de todos!

                             António Luís Pinto da Costa (Reitor)